As mentiras contadas pelo cinema

As mentiras contadas pelo cinema
Explosões, mudanças drásticas no visual e clorofórmio. Será que tudo é verdade ou apenas uma mentira bem contada?

O cinema é pura fantasia, mas na maioria das vezes conseguimos distinguir ficção da realidade. Sabemos que Hollywood faz algumas adaptações para enriquecer a trama. Na verdade isso é bom, tão bom que acaba se tornando uma verdade.

Não acredita? Selecionamos as mentiras mais contadas pelo cinema, e tenho que admitir que fui enganado. Na verdade ainda estou sendo e você também…

POUSAR UM AVIÃO COM A AJUDA DA TORRE DE COMANDO

Talvez, quem sabe se for um avião pequeno. Grandes jatos exigem muito conhecimento, o piloto tem de lidar com um volume absurdo de informações.

SAIR ANDANDO NA FRENTE DA EXPLOSÃO

É legal e deixa o herói com jeito de durão, mas na realidade, grandes bolas de fogo emitem a chamada “onda de choque”. Significa que a pose seria arruinada.

ANDAR NOS TUBOS DE VENTILAÇÃO DOS PRÉDIOS

Bruce Willis em Duro de Matar (1988)

O tamanho dos dutos reais é bem reduzido, pois a manutenção costuma ser feita por máquinas. Ainda que alguém se aventure, a estrutura não suportaria o peso.

NINGUÉM SE CORTA QUANDO ATRAVESSA VIDRAÇAS

Só em Hollywood, porque o vidro é feito de açúcar e, mesmo assim, é normal os dublês se machucarem, mas nada grave.

NERDS FICAM LINDOS APÓS UMA REFORMA NO VISUAL

Patrick Dempsey e Amanda Peterson em Namorada de Aluguel (1987)

Mudanças são possíveis, mas Hollywood faz com que tudo seja mais simples. Apenas mudar o corte de cabelo, roupas mais descoladas e pronto! Agora você é o popular.

UMA COLISÃO É O SUFICIENTE PARA QUE CARROS EXPLODAM

Para que isso aconteça são necessários três elementos: faíscas, oxigênio e gasolina em estado gasoso. Este último é o mais complicado de conseguir, porque nem sempre a batida rompe o tanque.

LADRÕES TEM CARÁTER, O ROUBO SEMPRE É JUSTIFICÁVEL

Kevin Costner e Mary Elizabeth Mastrantonio em Robin Hood, o Príncipe dos Ladrões (1991)

Não têm desculpa, roubar é crime. Cada criminoso tem as suas justificativas, mas 99% delas são baseadas em suas necessidades.

PRESOS SÓ TEM DIREITO A UM TELEFONEMA

Não se preocupe, por mais que ninguém atenda o telefone na primeira tentativa, pode tentar novamente. Alguém precisa ser notificado

ROUPAS DOS INIMIGOS SERVEM PERFEITAMENTE

Harrison Ford em Os Caçadores da Arca Perdida (1981)

Já é complicado achar algo que sirva no dia a dia, imagina no desespero? Mas o cinema transforma tudo isso em uma passeio. Não apenas serve, como fica impecável.

FERIMENTOS GRAVES SÃO APENAS ARRANHÕES

Um tiro, ou talvez uma mão decepada é apenas um detalhe para um herói. Além da dor, não podemos deixar de lado o detalhe da hemorragia.

BOMBAS SÃO EQUIPADAS COM RELÓGIO DIGITAL DE FÁCIL ACESSO

Só uma minoria dos explosivos apresenta o visor. Mas o mito tem uma origem realista, antigamente eram feitos com relógios despertadores. Hoje são feitos com celulares.

TRABALHAR NA NOITE É AGRADÁVEL

Julia Roberts em Uma Linda Mulher (1990)

As mulheres ficam expostas a todos os tipos de pessoas e nem sempre as mais agradáveis, apesar de o cinema tentar vender a ideia do príncipe encantado.

ACORDAR DE UM COMA É TRANQUILO

A recuperação é demorada. Primeiro, restaura-se apenas a capacidade de abrir os olhos. Só depois é que volta o conteúdo da consciência, reorganizado aos poucos pelo córtex cerebral.

AGARRAR ALGUÉM QUE ESTÁ CAINDO SEM PARAQUEDAS

Keanu Reeves e Patrick Swayze em Caçadores de Emoção (1991)

A física joga contra, existem questões como o tempo para alcançar o outro e o mais problemático é a velocidade. Como segurar alguém a quase 200km/h?

UM GOLPE NA CABEÇA FAZ DESMAIAR

É improvável conseguir derrubar alguém com uma coronhada. É preciso fazer o cérebro “chacoalhar”, causando uma torção na região chamada formação reticular. É ela que nos mantém acordado ou dormindo

FAZER LIGAÇÃO DIRETA É SIMPLES

É preciso ligar outros cabos para ativar o sistema elétrico. Isso é difícil, porque eles variam de cor de acordo com o modelo. Se errar, pode acontecer um curto-circuito.

GRANDES EXPLOSÕES E MUITO BARULHO NO ESPAÇO

Millennium Falcon em Guerra nas Estrelas (1977)

No espaço não há oxigênio, por isso é inviável que algo exploda. Em relação ao som, ondas sonoras são ondas de pressão que se propagam pelo ar ou pela água, algo que não existe no espaço.

CLOROFÓRMIO FAZ DESMAIAR RAPIDINHO

Na realidade pode exigir de cinco a dez minutos. Um erro na dose pode ser fatal. E o clorofórmio evapora facilmente. Não adianta molhar o pano com antecedência.

ARMA COM SILENCIADOR NÃO FAZ BARULHO

Um silenciador só serve para diminuir o som da explosão. A redução nem é tão grande e a bala ainda mantém seu barulho característico causado pelo deslocamento em alta velocidade.

NINGUÉM SUSPEITA DE UM HOMEM VESTIDO DE MULHER

Robin Williams em Uma Babá Quase Perfeita (1993)

Não é apenas a maquiagem, existe toda uma expressão corporal, assim como a voz. Geralmente percebemos, ainda mais se for alguém próximo.

FUGIR DE UMA EXPLOSÃO POR UMA SAÍDA LATERAL

A velocidade de reação humana ou do animal é menor do que a da detonação da gasolina. E a onda de choque não segue em linha reta. Ela se divide, atingindo todos os ambientes.

(Fonte: Super Interessante, El País,  IMDB)

Hugo Lamego

Publicitário - Especialista em Comunicação Empresarial | Apaixonado pelos clássicos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *