Uma tentativa em deixar a cronologia dos X-Men um pouco mais coerente


Introdução…

Depois de tantos filmes pode se tornar um desafio tentar entender a cronologia dos X-Men. São algumas pontas soltas, além de uma infinidade de personagens. Já parou pra pensar que já se passaram 16 anos desde a estreia do primeiro filme? Isso é muito tempo e também muita informação.

O objetivo não é analisar cada filme e sim dar uma lógica a essa timeline aparentemente confusa. O mais importante é ignorar as datas de lançamento e entender cada filme como uma peça de um gigantesco quebra-cabeça.

A primeira trilogia…

Formada por X-Men (2000), X-Men 2 (2003) e X-Men: O Confronto Final (2006). A trilogia funciona de maneira independente e pode ser considerada uma parte sólida do universo mutante. O primeiro passo para a construção de uma elaborada e fragmentada franquia.

especiais-mutantes-x-men-imagem-interno-01

Nos filmes Magneto é peça fundamental, mas apesar de algumas colaborações, nunca deixa de lado a sua visão extremista da causa mutante. A trilogia se finaliza sem interferências e o final sugere o retorno de Xavier e a recuperação dos poderes de Magneto.

A primeira aventura solo…

Um pouco acelerado, X-Men Origens: Wolverine (2009) mostra a origem de Wolverine (Hugh Jackman) e apesar de um roteiro explosivo, foi levado em consideração os filmes anteriores. Basicamente a trilogia nos preparou para esse momento, as memórias fragmentadas foram reunidas e colocadas em ordem.

especiais-mutantes-x-men-imagem-interno-05

Levantou alguns questionamentos, como por exemplo o relacionamento com Dentes-de-Sabre (Liev Schreiber) na trilogia original. Entendemos o motivo de Wolverine não lembrar de nada, mas qual a  explicação para Creed ficar tão calado?

Além da participação do Professor Xavier resgatando alguns mutantes, dentre eles Scott Summers/Ciclope e Emma Frost. Detalhes importantes: Xavier estava andando e Emma Frost aparentemente com a mesma idade de Summers e isso é um problema para a cronologia, já que Frost aparece adulta em X-Men: Primeira Classe (2011).

A renovação da saga…

X-Men: Primeira Classe (2011) é uma renovação no elenco, mostrando a juventude de Charles Xavier, Magneto, Mística, Fera, Havock e Banshee. A primeira formação dos X-Men.

especiais-mutantes-x-men-imagem-interno-06

Na verdade os problemas começam aqui. A partir desse ponto o objetivo era um reboot na franquia. Evidente que Mística fica um pouco deslocada na cronologia atual, mas entendemos a mágoa e Xavier. Além da participação de Wolverine.

O problema foi o sucesso que não era esperado. Conseguiu se transformar em um dos melhores filmes da franquia e assim ficando complicado deixar de lado os novos atores.

A conexão com a primeira trilogia…

Em uma tentativa de resgatar a trilogia original Wolverine: Imortal (2013), segunda aventura solo do mutante, é uma continuação direta de O Confronto Final (2006). Vemos Wolverine tentando se recuperar das mortes de Xavier e Jean, e acaba envolvido em uma complicação ainda maior.

especiais-mutantes-x-men-imagem-interno-07

Lembra que no final de X-Men: O Confronto Final (2006) Xavier transfere a sua consciência para outro corpo? Esse capítulo é importante porque mostra a sequência de eventos. Xavier se recupera e juntamente com Magneto convoca Wolverine para combater uma nova ameaça.

Essa nova ameça se chama Bolivar Trask e suas sentinelas. Isso ficou claro, porque no momento em que foi abordado pela dupla, a tv ao fundo mostra as maravilhas criadas pela empresa. Tudo indica que agora os X-Men serão reunidos. Importante destacar que nessa timeline, Scott e Jean estão mortos.

A tentativa de conectar tudo…

X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido (2014) inicia com um futuro sombrio, as sentinelas venceram a guerra e agora os mutantes vivem como fugitivos. Ficou claro que Xavier, Magneto e Wolverine não conseguiram eliminar a ameaça é o resultado foi essa completa destruição.

especiais-mutantes-x-men-imagem-interno-02

Agora o final de Wolverine: Imortal (2013) faz sentido. As pontas soltas foram amarradas e a timeline ficou um pouco mais coerente. Já que a alteração de alguma coisa no passado afeta diretamente o futuro. No caso a escolha feita por Mística e as consequências disso.

X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido (2014) finaliza a saga dos mutantes, pelo menos a equipe antiga. O final já sugere essa reformulação. O aparecimento de Apocalipse indica a criação de uma nova timeline, uma que se inicia com X-Men: Primeira Classe (2011) e consequentemente com os eventos de  X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido (2014).

Logan…

Logan (2017) faz muitas referências aos outros filmes, a participação de Xavier e a prova dessa conexão, mas a verdade é que além de algumas dicas, não existe um esforço para tentar deixar tudo muito claro. O que facilita é que o final de X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido (2014) deixa aberto uma liberdade criativa, com essa nova timeline, tudo é possível.

A real ordem cronológica dos filmes…

Até agora estamos levando em consideração as datas de lançamento, mas para tudo começar fazer sentido, vamos colocar os filmes na sua verdadeira ordem cronológica.

O infográfico é basicamente um representação de tudo que acabamos de falar e como cada filme se conecta com o outro. Dê uma olhada.

Personagens importantes…

Além de uma trama complexa, existem alguns personagens que transitam entre as produções e acabam se tornando muito importantes para a cronologia. Selecionei os que já fizeram parte de outros filmes e agora fazem parte da nova equipe em X-Men: Apocalypse (2016). Justamente para que fique claro toda essa transição.

Defini em amarelo (horizontal) os anos em que cada personagem participou ativamente dos filmes e cinza (vertical) as participações especiais, que apesar de não influenciarem diretamente nos acontecimentos da trama, servem como conexão.

Wolverine/Logan (Hugh Jackman)

especiais-mutantes-x-men-new-wolverine

Professor Charles Xavier (Patrick Stewart/James McAvoy)

especiais-mutantes-x-men-new-xavier

Magneto/Eric Lensherr (Ian McKellen/Michael Fassbender)

especiais-mutantes-x-men-new-magneto

Mística/Raven (Rebecca Romijn/Jennifer Lawrence)

especiais-mutantes-x-men-new-mistica

Tempestade (Halle Berry / Alexandra Shipp)

especiais-mutantes-x-men-new-tempestade

Jean Grey/Fênix (Famke Janssen / Sophie Turner)

especiais-mutantes-x-men-new-jean

Ciclope/Scott Summers (James Marsden/Tye Sheridan)

especiais-mutantes-x-men-new-ciclope

William Stryker (Brian Cox, Danny Huston e Josh Helman)

especiais-mutantes-x-men-new-stryker

Noturno/Kurt Wagner (Alan Cumming/Kodi Smit-McPhee)

especiais-mutantes-x-men-new-noturno

Fera/Henry McCoy (Kelsey Grammer/Nicholas Hoult)

especiais-mutantes-x-men-new-fera

Anjo/Warren Worthington III (Ben Foster/Ben Hardy)

especiais-mutantes-x-men-new-anjo

Dra. Moira Mactaggert (Olívia Williams/Rose Byrne)

especiais-mutantes-x-men-new-moira

Hanok/Alex Summers  (LucasTill)

especiais-mutantes-x-men-new-havok

Mercúrio/Peter Maximoff  (Evan Peters)

especiais-mutantes-x-men-new-mercurio

Julbileu (Lana Condor)

especiais-mutantes-x-men-new-jubileu

Psylocke (Olivia Muun)

especiais-mutantes-x-men-new-psylock

Apocalipse/En Sabah Nur (Brendan Peddar/Oscar Isaac)

especiais-mutantes-x-men-new-apocalipse

 Resumindo…

Talvez seja um pouco de nostalgia, mas sempre é deprimente quando chegamos ao final de uma saga. Acontece! Infelizmente ou felizmente é necessário essa renovação e a franquia X-Men conseguiu fazer isso de uma maneira saudável. As mudanças foram lentas e levaram em consideração o carinho dos fãs.

Uma dica, para que tudo faça sentido, entenda X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido (2014) como a finalização de uma era e X-Men: Apocalypse (2016) como um recomeço. A partir desse ponto os acontecimentos passados não devem ser levados em consideração, na verdade os acontecimentos do futuro.

Além disso, aconselho assistir a todos os filmes com muita calma. É bem divertido começar entender essas conexões, pode dar aquele nó as vezes, mas a sensação é gostosa. Divirta-se.

(Fonte: IMDB)

Se você gostou desse artigo e gostaria de muito mais, compartilhe (clique em alguns dos links ao lado). Ou…

Deixe um comentário logo abaixo sobre o que mais gostou no artigo, alguma dica ou até mesmo uma crítica. Sempre é legal uma interação.

Leia mais sobre a Categoria Especiais.


5 thoughts on “Uma tentativa em deixar a cronologia dos X-Men um pouco mais coerente

  1. Show de bola a matéria e a “linha do tempo”, realmente gostei, mas agora alguém me explica o Mercúrio dos Vingadores kkkkkkkkk

  2. Rsrs. Boa Nelson e obrigado pelo elogio. Esse foi o resultado do complexo acordo entre a Marvel e a Fox. Por essa razão nos Vingadores o personagem não dura muito tempo. Resumindo. A Fox ficou com o Mercúrio e a Marvel com a Feiticeira Escarlate. Assim ninguém repete personagem. Abraço.

  3. apesar de gostar muito da explicação da cronologia, não faz sentido logan estar conectado a dias de um futuro esquecido pela antiga timeline, e não pela nova, já que o contexto de dias de um futuro esquecido é totalmente futuristico e apocaliptico, e em logan nem se quer há as sentinelas, então logan se encaixa melhor na timeline nova, evidenciando o que a mistica diz em apocalipse, que mesmo depois do seu ato de compaixão e se tornando uma falso heroina, a guerra é inevitavel, comprovada em 2030 com logan, cujos mutantes da melha guarda não existem mais, apenas logan e xavier. E primeira classe é em 1962, e wolverine oirgens em 1986, como origens poveria vir antes de primeira classe?

  4. Tudo bom Anderson? Obrigado pela participação. Na verdade toda timeline é uma loucura, mas o que você deixou passar foi que, no final de Dias de Um Futuro Esquecido é criado uma nova timeline sem sentinelas, com a Jean e Scott vivos. Tudo foi zerado, por essa razão é mais lógico Logan se conectar a essa nova timeline.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *