Conheça os atores responsáveis pelos monstros mais assustadores do cinema


Já imaginou estar passeando e por alguma coincidência do destino esbarrar em um cara chamado Bolaji Badejo ou talvez Nick Castle? Você nem imaginaria que acabou de encontrar com uma parte viva da história dos filmes de terror. Pode acontecer.

Provavelmente você lembra de figuras como Ghostface, Predador, Pennywise e Alien. Já parou pra pensar quem são os artistas que tornaram tudo isso possível? Esse post é sobre isso, nomes que acabaram sufocados por papeis que ganharam dimensões absurdas e importantes para a cultura pop. Dê uma olhada.

O Massacre da Serra Elétrica – Gunnar Hansen

Vagamente inspirada na história do serial killer Ed Gein, O Massacre da Serra elétrica até hoje gera debates a respeito de seus méritos estéticos. Considerado por muitos críticos como um dos filmes mais assustadores já produzidos.

O grande responsável pelo sucesso foi Gunnar Hansen e seu desempenho frenético e marcante do assassino Leatherface. Durante a produção o ator costumava ficar mais de doze horas carregando a pesada motosserra.

mask_letherface_hill_01

O sucesso foi tanto que o Museu de Arte Moderna de Nova York comprou uma cópia para sua coleção permanente. Durante muito tempo o filme foi considerado a produção de baixo orçamento mais lucrativa da história do cinema.

Foram 31 milhões de dólares arrecadados apenas nos EUA. Importante lembrar que Gunnar Hansen recebeu cerca de 800 dólares pela atuação. O ator não emplacou nenhum outro sucesso, mas ainda é reconhecido como uma figura muito importante.

Halloween – Nick Castle

A maneira como Mike Myers se esgueira pelas sombras e observa com cuidado cada movimento da sua futura preza e fruto de uma pareceria entre O mestre John Carpenter e o talentoso Nick Castle.

No mínimo cinco atores usaram a máscara. Dentre todos, um se destacou: Nick Castle. Foi o responsável pela maioria das cenas e por desenvolver a linguagem corporal e a famosa respiração ofegante.

mask_mike_hill_01

O filme foi responsável por revigorar o gênero e mesmo 35 anos após o lançamento ainda continua sendo referência para novas produções.

Após a carreira de ator, Castle ganhou destaque com a direção de O Último Guerreiro das Estrelas (produção pioneira em CGI) e na comédia Denis, O Pimentinha. Além de co-roteirizar Fuga de Nova York.

Alien – Bolaji Badejo

A iniciativa era grandiosa, o longa vinha para desafiar a popularidade de Star Wars e Ridley Scott conseguiu. Ressuscitou o gênero de monstros assustadores vindos do espaço. O orçamento elevado gerava a necessidade de um sucesso estrondoso, e o alvo principal era a criatura.

O escolhido para essa tarefa complicada, foi descoberto em um bar em Londres. O desconhecido Bolaji Badejo chamou atenção pela sua altura e magreza e deu vida ao Alien, uma das criaturas mais cultuadas da ficção.

mask_alien_hill_01

Foram dez meses de puro trabalho para desenvolver os movimentos. Para manter a atmosfera mais realista, o ator foi afastado de toda equipe para não criar vínculos e isso interferir na atuação.

Após a produção, Bolaji não participou de outros filmes, aparecendo apenas nos documentários The Alien Legacy e The Beast Within: The Making of ‘Alien’.

Os Caça Fantasmas – Billy Bryan

Foi por pouco que Bill Murray e Dan Aykroyd não perderam espaço para os efeitos especiais de Os Caça Fantasmas e principalmente para uma criatura gigante feita de marshmallow.

Stay Puft, não é exatamente algo pavoroso. Na verdade até que é simpático, mas não se engane, foi o responsável por muitas mortes em NY.

mask_ghost_hill_01

A criatura foi criada pelo especialista em efeitos especiais Billy Bryan. Na maior parte o mostro aparece por meio de stop-motion, mas em momentos mais decisivos preferiu que as cenas fossem feitas de uma maneira mais natural.

Pensando nisso, criou uma roupa, exatamente para o seu tamanho e imortalizou o terrível Mostro de marshmallow. Uma outra contribuição de Bryan foi o assustador Mostro do Poço em Uma Noite Alucinante 3.

Bryan continua ativo, trabalhando as vezes com efeitos especias e fazendo algumas participações como ator.

Freddy Krueger – Robert Englund

Robert Englund fez parte de uma equipe liderada pelo diretor Wes Craven. Freddy Krueguer foi uma rejuvenescida no gênero. Uma mistura de terror e humor negro que mantém o personagem vivo como um ícone da cultura pop. Além de oito filmes, Englund ainda levou o personagem para alguns episódios na televisão.

Hoje com 70 anos o ator continua trabalhando, apesar de participar de algumas produções, continua muito ativo com dublagens.

Predador – Kevin Peter Hall

Arnold Schwarzenegger teve a missão desafiar uma das criaturas mais mortais da ficção, que em determinado momento ganhou mais destaque que o próprio ator.

Existem muitos filmes envolvendo os Predadores, mas os dois primeiros são únicos e todos os créditos devem ser direcionados para Kevin Peter Hall. Um gigante, que criou os movimentos peculiares da criatura.

mask_predador_01

Após as duas primeiras produções, todos os novos atores adotaram e repetiram a identidade criada por Hall. Além do poderoso Predator, ele também deu vida ao doce Harry. Lembra do Pé Grande? Que de acordo com muitos amigos, era mais parecido com a personalidade do ator. Ainda repetiu o personagem na série de TV Um Hóspede do Barulho.

O ator faleceu em 1991 aos 36 anos, mas o seu legado será lembrando por gerações.

A Lenda (1985) / It: Uma Obra Prima do Medo (1990) – Tim Curry

Tim Curry não fica exatamente escondido, mas apesar de uma carreira de sucesso e muitos filmes no currículo, acabou se especializando em personagens assustadores, as vezes escondido em quilos de maquiagem.

Quando falamos sobre o filme A Lenda (1985), são poucos que dão destaque para a direção de Ridley Scott e a participação de Tom Cruise. A grande estrela é a criatura Darknees eternizada por Tim Curry. A beleza dos movimentos e a presença, transforma o vilão em algo único.

O grande sucesso da carreira de Curry, para muitos continua sendo o assustador palhaço Pennywise, na verdade divide espaço com o ótimo The Rocky Horror Picture Show (1975) e as dezenas de dublagens, mas o palhaço consegue se manter atual mesmo em um mundo de CGI. Impossível não se assustador.

Apesar de alguns problemas de saúde, Tim Curry, hoje com 71 anos, aos poucos está voltando a ativa.

Pânico – Dane Farwell e Roger Jackson

Depois do sucessos A Hora do Pesadelo e Quadrilha de Sádicos, muitos achavam que a carreira de Wes Craven estava terminada. Não tinha como superar os sucessos, mas em 1996 criou Pânico, uma das franquias de terror mais populares e bem-sucedidas de todos os tempos.

Dois nomes muito importantes e complementares: Dane Farwell e Roger Jackson. Acho que fica fácil lembrar deles, com apenas uma frase: “Hello Sidney”.

mask_panico_01

Vou ser uma pouco mas claro. Farwell foi responsável por dar vida aos movimentos de GhostFace nos filmes Pânico 1,2 e 4. Ou seja, o corpo. Jackson foi a voz da franquia. Devem lembrar que eles usavam um aparelho para disfarçar a voz, mas na verdade  não era bem assim que acontecia.

A carreira dos dois continua muita ativa: Dane Farwell é um respeitado dublê em Hollywood e participou de alguns blockbusters como Titanic, Piratas do Caribe, Capitão América, Duro de Matar e muitos outros.

Lembrando que ele não participou de Pânico 3 e sua ausência foi sentida pelos fãs. Roger Jackson seguiu carreira nos games. Tem emprestado o seu talento para jogos com: The Walking Dead, Guild Wars 2, Mass Effect 3, The Darkness II etc. No cinema participou de produções como: Marte Ataca! e na TV  foi a voz do Macaco Louco no desenho das Meninas Super Poderosas.

Silent Hill – Roberto Campanella

Quem já assistiu algum filme da franquia Silent Hill, concorda que faltaram poucos detalhes para a produção ser muito assustadora. Levando em consideração de todos os longos baseados em games, podemos dizer que foi um sucesso.

mask_silent_hill_01

O sucesso deve-se aos personagens mais sinistros e marcantes como Red Pyramid e Colin O Zelador, os dois interpretados por Roberto Campanella.

As cenas envolvendo os personagens são impecáveis merecem ser admiradas. Além disso, foi responsável por coordenar os atores envolvidos nos movimentos das Enfermeiras.  Aquilo foi assustador.

O ator continua ativo em Hollywood como coreografo em seriados e filmes.

(Fote: filmschoolrejects.com)

Se você gostou desse artigo e gostaria de muito mais, compartilhe (clique em alguns dos links ao lado). Ou…

Deixe um comentário logo abaixo sobre o que mais gostou no artigo, alguma dica ou até mesmo uma crítica. Sempre e legal uma interação.

Leia mais sobre a categoria Especiais.


4 thoughts on “Conheça os atores responsáveis pelos monstros mais assustadores do cinema

  1. Sobre o Kevin Peter Hall, tem um filme trash de 1984 que vi recentemente no you tube, que marca também o ínicio da carreira do Paul Walker: O mostro do armário, no qual o Kevin é o monstro.

  2. Excelente lista, e excelente site. Para mim, só faltou o Doug Jones do Labirinto do Fauno, Hellboy, Quarteto Fantástico, entre outros. Abraço Hugo, continue o fantástico trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *